Castelo de Santa Bárbara

Elevado sobre o monte Benacantil encontra-se o Castelo de Santa Bárbara que se ergue 166 metros acima do nível do mar. A partir dali pode ver a baía de Alicante e os seus arredores terrestres. Não é de estranhar que, na altura, a sua localização estratégica fosse de grande valor militar. Sabe-se que a estrutura original do castelo data do século IX e foi construído pelos muçulmanos.



O nome foi dado porque no dia da festividade de Santa Bárbara, 4 de dezembro de 1248, o castelo foi tomado aos árabes pelo infante Afonso de Castela, futuro rei Afonso X de Leão e Castela, o Sábio.

O castelo possui três espaços essenciais: “A Torreta”, o mais elevado, tem os vestígios mais antigos de toda a fortaleza e umas fundações de entre os séculos XI e XIII. Neste recinto contemplamos, entre outros, o chamado Baluarte dos Ingleses, bem como outras dependências: Parque de Engenheiros, Sala Nobre, que foi um hospital, Casa do Governador, etc.

O segundo espaço corresponde às dependências. Nelas encontram-se o salão Felipe II, antigo corpo da Tropa em frente ao amplo pátio de armas nas traseiras do qual se encontram as ruínas da ermida de Santa Bárbara, corpo de guarda, baluarte da Rainha, etc.

No terceiro espaço localiza-se o recinto “Revellín do Bon Repós” cuja construção data do século XVIII e que nos dias de hoje é um estacionamento com capacidade limitada no qual se localiza o monumento ao ilustre militar alicantino Félix Berenguer de Marquina.

É de destacar que o castelo também acolhe o museu da cidade de Alicante, de visita indispensável, que se localiza na zona de calabouços do castelo. Outro atrativo são as ruínas da ermida de Santa Bárbara.

Se desejar, poderá estacionar o seu veículo num dos dois parques de estacionamento Saba, o da Avenida Maisonnave ou o da Avenida Salamanca, e deixará de se preocupar com os horários já que ambos estão abertos 24 horas por dia.