Catedral de Leon e Bairro Húmedo

Também conhecida como Pulchra leonina, que significa “A bela Leonesa”, a Catedral de León, é uma das mais bonitas de Espanha. Construída em princípios do século XIII e terminada no século XV, apresenta uma grande unidade estilística que lhe confere uma elegância única.



É constituída por um templo de culto católico e é sede episcopal da diocese de León. O monumento é um dos maiores e melhores expoentes do gótico francês que há em Espanha. A sua planta é muito parecida à da Catedral de Reims, pois tem três naves que, no transepto, se ampliam para cinco, e os seus sistemas de abóbadas são semelhantes aos de Amiens e Beauvais.

A simbologia da catedral está presente em cada detalhe. Os fiéis entravam pela ala oeste, caminhando pela ala norte para voltar, uma vez percorrida, a ala sul. É por isso que os vitrais iluminados diretamente pelo sol estão na ala sul, que são os que correspondem ao Novo Testamento. Estes vitrais são de uma beleza comparável com os da própria Catedral de Notre Dame.

Outro ponto de interesse indispensável na cidade de León é sem dúvida o Bairro Húmido (Barrio Húmedo), enquadrado dentro do centro histórico. É talvez a zona mais popular da cidade, muito frequentada tanto por turistas como por residentes. Nas estreitas ruelas próximas da Plaza San Martín e da Plaza Mayor encontra-se uma multiplicidade de bares de tapas, pubs e restaurantes de cozinha típica e tradicional leonesa. No verão, a maioria de locais colocam as mesas no exterior, especialmente na Plaza Mayor, onde há um ambiente muito agradável.

Se desejar visitar a zona poderá estacionar num parque de estacionamento Saba na estação de León, localizado na Calle Astorga s/n. O parqueamento permanece aberto 24 horas por dia.