Plaza de Toros de Ronda


A praça de touros de Ronda é uma das mais antigas e bonitas de Espanha. Para a construir dedicaram-se nada mais e nada menos que seis anos. Foi inaugurada em 1785 com uma corrida em cujo cartaz se encontrava o famoso toureiro Pedro Romero.

A praça é considerada como um dos berços da tauromaquia moderna surgida no século XVIII. É de estilo neoclássico e possui uma interessante portada de cantaria. A arquibancada está distribuída em dois níveis sobrepostos e possui 136 colunas de pedra lisa com 68 arcos e o teto, a duas águas, está coberto com telhas árabes. A sua capacidade é de 6000 espetadores. A arena possui um diâmetro de 60 metros, o que a torna numa das arenas maiores de Espanha. Debaixo dos tendidos encontra-se o Museu Taurino de Ronda, aberto ao público em 1984.

Nesta praça tem lugar um dos acontecimentos mais importantes da temporada taurina, que é a Corrida Goyesca, que se realiza no início do mês de setembro. Esta famosa corrida foi criada por Antonio Ordóñez, em 1954, com motivo do segundo centenário do nascimento de Pedro Romero. Para além desta corrida, também é célebre o Concurso Exhibición de Enganches de Ronda, ambos eventos dentro da Feira Pedro Romero.

Para além de visitar a praça em si, também está aberto ao público o Museo de Tauromaquia, museu que ilustra as origens do touro na cultura universal, até à sua implantação na Península Ibéria, e possui uma rica coleção de obras relacionadas com a tauromaquia.

Se desejar, encontrará um estacionamento público Saba na estação de Ronda, localizada na Avenida de la Victoria, n.º 31, a escassos minutos da praça de touros.